Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma melhor experiência de navegação enquanto utilizador. A desactivação desta funcionalidade poderá impedir este site de funcionar correctamente. Ao continuar a visitar o nosso site, está a aceitar esta utilização de cookies.     [Aceitar e Fechar]

Edição Edição Especial. Natal

Ian Berry
Ian Berry

Ian Berry nasceu em Lancashire, Inglaterra. Construiu a sua reputação na África do Sul, onde trabalhou para o Daily Mail e mais tarde para a revista Drum. Foi o único fotógrafo a documentar o massacre em Sharpeville em 1960, e as suas fotografias foram utilizadas no julgamento para provar a inocência das vítimas.

Henri Cartier-Bresson convidou Ian Berry a juntar-se à Magnum em 1962, quando estava baseado em Paris. Mudou-se para Londres em 1964 para se tornar o primeiro fotógrafo contratado para a revista Observer. Desde então, as suas missões levaram-no a todo o mundo: documentou a invasão russa da Checoslováquia; conflitos em Israel, Irlanda, Vietname e Congo; fome na Etiópia; apartheid na África do Sul. O seu principal de trabalho produzido na África do Sul está representado em dois dos seus livros: Black and Whites: L'Afrique du Sud (com um prefácio do então presidente francês François Mitterrand), e Living Apart (1996). Durante o último ano, os seus projectos incluíram a escravatura infantil no Gana e a indústria pesqueira espanhola.

Entre os seus projectos editoriais destacam-se trabalhos para a National Geographic, Fortune, Stern, Geo, revistas dominicais nacionais, Esquire, Paris-Match e LIFE. Ian Berry também relatou as transformações políticas e sociais na China e na ex-URSS.
 

Fonte: https://www.magnumphotos.com/photographer/ian-berry/

© 2022 | all rights reserved. design by 004 F*@#ing Ideias